11 de outubro de 2010

Este é o político que se auto-proclamou o "melhor deputado da Constituinte de 1988". O relatório do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) desmente categoricamente mais essa mentira e, na verdade, prova o contrário: José "O Estripador" Serra talvez tenha sido um dos piores representantes do povo. Veja o comportamento do homem que vai "salvar" o Brasil em questões como estabilidade no trabalho (contra), jornada de 40 horas (contra), salário mínimo real (ausente), direito de greve (ausente), férias/13º salário e aviso prévio proporcional (ausente), comissão de fábrica (contra) e monopólio da distribuição do petróleo (contra), entre muitos pontos em que se omitiu ou se posicionou contra os trabalhadores. Sua média final não poderia ser outra: 3,75.

Por outro lado, veja o desempenho de um outro representante do povo que nunca se gabou se ter sido o "melhor deputado da Constituinte de 1988". Observe as notas que o deputado Luís Inácio Lula da Silva obteve sobre sua atuação quanto aos mesmos itens e compare a conduta dos dois parlamentares. Sua média final foi Dez, não tendo – ao contrário de Serra – deixado de comparecer a nenhuma votação. Lula também não votou em nenhuma ocasião contra o direito dos trabalhadores.

 

Fonte: Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP)

As máscaras estão caindo e a imensa farsa montada por FHC e sua entourage, que enganou uma parte da população brasileira por algum tempo, começa a ser claramente desvendada.

                                                                                                                     Sérvulo Siqueira