9 de outubro de 2010

Do livro de Aloysio Biondi, O Brasil privatizado: um balanço do desmonte do Estado, esse é o resultado do esquartejamento da economia nacional promovido pela camarilha PSDB-DEM-PPS que hoje quer voltar a dominar o País.

 

* Os preços acima se referem não apenas aos valores apurados nos leilões, mas incluem também eventuais cifras apuradas com as "vendas de sobras".

** Os preços divulgados para as ferrovias privatizadas são fictícios: houve a entrada de 10 a 15% (só para a malha Sudeste o percentual chegou a 30%); o valor restante será pago em 30 anos, sem correção para o saldo devedor, isto é, com atualizações apenas das prestações trimestrais.

Fonte dos dados brutos: BNDES.

São esses os homens probos e dignos que ousam fazer denúncias de moralidade e que querem imprimir austeridade à administração pública no Brasil? Deveria ser feita uma campanha para mostrar que o governo mais corrupto da história desse País foi o governo Fernando Henrique Cardoso. Onde foram parar os US$100 bilhões, supostamente arrecadados com as privatizações?

                                                                                                                  Sérvulo Siqueira